domingo, 19 de Abril de 2009

Santa Casa da Misericórdia de Macedo de Cavaleiros

TERCEIRA IDADE-MACEDO
[2009-03-19] ONDA LIVRE

Por: Miguel Midões

Já arrancaram as obras de construção do Lar da aldeia do Lombo, no concelho de Macedo de Cavaleiros. Depois de sucessivas candidaturas a programas de apoio nacionais que não surtiram efeito, a provedoria da Santa Casa da Misericórdia de Macedo conseguiu ajudas no Luxemburgo.

Nunca chegou o financiamento esperado do governo português para a Construção do lar do Lombo, mas a obra já está no terreno, porque já chegou a primeira prestação da fundação luxemburguesa, que apoia a construção.

O lar do Lombo vai contar com 57 camas e 40 utentes em serviço domiciliário. O provedor, Alfredo Castanheira Pinto, enumera as contrapartidas exigidas pela fundação luxemburguesa.

“Revelam bem a preocupação com os nosso imigrantes. O Luxemburgo é um país onde existem 90 mil portugueses, então a contrapartida que pedem é que para esses lares possam entrar os familiares directos dos familiares desses imigrantes.”

Para além desta contrapartida pedem que não se olhe nem a política, nem a religião. O protocolo foi assinado na embaixada de Portugal no Luxemburgo, com a presença da Santa Casa de Macedo. Alfredo Castanheira Pinto lembra que o lar do Lombo vai proporcionar diminuir a lista de espera.

“Vai servir todo o concelho de Macedo de Cavaleiros e para diminuir a lista de espera, pois temos cerca de 200 utentes em lista de espera. Há falta de estruturas e nós, aqui em Macedo, temos e vamos ter ainda mais estruturas mas para aqueles que têm dinheiro. Vamos ter mais camas privadas do que sociais.”

O provedor referiu ainda que o lar do Lombo também poderia ter sido privado, depois de todas as negações de financiamento do Estado, contudo não considera que essa seja a missão das Santas Casas da Misericórdia.

Na última reunião de Câmara ficou decidido isentar a Santa Casa do pagamento da taxa municipal de urbanização e todas as taxas de licenciamento da obra.

Sem comentários: